80 primaveras de Flora Purim

80 primaveras de Flora Purim

A cantora brasileira Flora Purim foi uma das responsáveis por levar a nossa música para fora do país. Suas participações em álbuns de Gil Evans, Stan Getz, George Duke, Chick Corea, Miles Davis, Duke Pearson, Dizzy Gillespie, entre outros, fizeram de Flora uma embaixatriz brasileira em solo norte-americano.

Com cinco décadas de carreira, quase toda fora do Brasil, Flora tem seu nome diretamente ligado ao percussionista Airto Morreira, com quem foi casado e dividiu o palco centenas de vezes, além de participações marcantes em trabalhos de Carlos Santana e Hermeto Pascoal.

Hoje, aos 80 anos de idade, a cantora resolveu deixar a aposentadoria de lado para lançar o disco If You Will, o primeiro em 15 anos, com participações de de Airto Moreira, o guitarrista José Neto, sua filha Diana Purim nos vocais e o percussionista Celso Alberti.

O disco, gravado em São Paulo e Curitiba, durante a pandemia, traz canções inéditas e algumas regravações de músicas já lançadas pela cantora ou por Moreira, entre elas, a faixa-título, gravada em parceria com o músico George Duke, e “500 Miles High”, gravada originalmente pelo grupo Return to Forever, no disco Light As A Feather (1976).

Para coroar o retorno da cantora, a revista norte-americana Jazz Times estampou na capa de sua edição de setembro a veterano brasileira, com o título Contos de uma vocalista icônica. Vale lembrar que é muito raro um músico brasileiro estampar a capa de revistas fora do país.

Além do disco If You Will, Flora também produziu durante a pandemia o álbum da cantora Cristina El Tarran, que regravou temas da carreira de Flora. Recentemente, Cristina se apresentou ao lado do músico e compositor João Donato, em Curitiba (PR).

A última vez que Flora e Airto se apresentaram no Brasil foi em janeiro de 2022. Na época, a saúde do percussionista já era frágil, mas se agravou em maio depois que pegou uma pneumonia. O músico agora se recupera, mas ainda inspira cuidados. Diante da idade avançada de Flora, que completou 80 anos este ano, ainda não há previsão para o retorno da cantora em palcos brasileiros.