Esperanza, Mehldau e Corea conquistam o Grammy

27/01/2020 | 17:34

Por Emerson Lopes *

Os vencedores da 62ª edição dos prêmios Grammy foram divulgados no dia 26 de janeiro. Ao todo são 84 categorias que englobam ritmos como blues, gospel, jazz, dance, rock, country, metal, folk, r&b, entre outros. O jazz tem cinco categorias: melhor improvisação solo, melhor disco vocal, melhor disco instrumental, melhor disco de big band e melhor disco de jazz latino.A categoria melhor improvisação de jazz ficou com o veterano trompetista Randy Brecker, com a música “Sozinho”, do disco Rocks.

O grande vencedor de melhor disco de big band é Brian Lynch Big Band, com o álbum The Omni-american Book Club. O melhor disco de jazz instrumental ficou com o pianista Brad Mehldau, pelo disco Finding Gabriel. Esse foi o primeiro Grammy de Mehldau após 12 indicações.

Disco ousado garante 1° Grammy da carreira de Brad Mehldau

O Brasil concorria em duas categorias: melhor disco de jazz latino com o álbum Sorte!: Music by John Firbury, que traz nos vocais a cantora carioca Thalma de Freitas, e na categoria melhor arranjo instrumental e vocal pela música “Marry Me a Little”, uma parceria do violonista Diego Figueiredo e da cantora francesa Cyrille Aimée, do disco Move On: A Sondheim Adventure, lançado por Cyrille, no início de 2019.

Mas os dois acabaram superados pelo pianista Chick Corea, que ficou com o Grammy de melhor disco de jazz latino, com o álbum Antidote, e pelo pianista Jacob Collier, que levou o prêmio na categoria melhor arranjo instrumental e vocal pela música “All Night Long”, versão do sucesso da década de 1980 composta pelo cantor Lionel Richie. A música de Collier está no álbum Djesse Vol. 1. Esse foi o 23° Grammy da carreira de Chick Corea, que tem 78 anos de idade.

Esperanza levou outro Grammy para casa com o álbum 12 Little Spells

Por fim, Esperanza Spalding conquista o quarto Grammy de sua carreira com o disco 12 Little Spells. Neste ano, Esperanza superou as cantoras Tierney Sutton, Sara Gazarek, Jazzmeia Horn e Catherine Russell. O primeiro prêmio de Esperanza aconteceu em 2010, quando levou na categoria revelação.

OS VENCEDORES:

Improvisação Solo

SOZINHO
Randy Brecker
Álbum: Rocks

Álbum Vocal

12 LITTLE SPELLS
Esperanza Spalding

Álbum Instrumental

FINDING GABRIEL
Brad Mehldau

Álbum de Big Band

THE OMNI-AMERICAN BOOK CLUB
Brian Lynch Big Band

Álbum de Jazz Latino

ANTIDOTE
Chick Corea & The Spanish Heart Band

 

 

*Emerson Lopes    é jornalista, autor do livro     Jazz ao seu alcance, da editora Multifoco, e apresentador do podcast     Jazzy.     Saiba mais sobre o livro     aqui. Ouça o podcast    aqui

NULL

Por Emerson Lopes *

Os vencedores da 62ª edição dos prêmios Grammy foram divulgados no dia 26 de janeiro. Ao todo são 84 categorias que englobam ritmos como blues, gospel, jazz, dance, rock, country, metal, folk, r&b, entre outros. O jazz tem cinco categorias: melhor improvisação solo, melhor disco vocal, melhor disco instrumental, melhor disco de big band e melhor disco de jazz latino.A categoria melhor improvisação de jazz ficou com o veterano trompetista Randy Brecker, com a música “Sozinho”, do disco Rocks.

O grande vencedor de melhor disco de big band é Brian Lynch Big Band, com o álbum The Omni-american Book Club. O melhor disco de jazz instrumental ficou com o pianista Brad Mehldau, pelo disco Finding Gabriel. Esse foi o primeiro Grammy de Mehldau após 12 indicações.

Disco ousado garante 1° Grammy da carreira de Brad Mehldau

O Brasil concorria em duas categorias: melhor disco de jazz latino com o álbum Sorte!: Music by John Firbury, que traz nos vocais a cantora carioca Thalma de Freitas, e na categoria melhor arranjo instrumental e vocal pela música “Marry Me a Little”, uma parceria do violonista Diego Figueiredo e da cantora francesa Cyrille Aimée, do disco Move On: A Sondheim Adventure, lançado por Cyrille, no início de 2019.

Mas os dois acabaram superados pelo pianista Chick Corea, que ficou com o Grammy de melhor disco de jazz latino, com o álbum Antidote, e pelo pianista Jacob Collier, que levou o prêmio na categoria melhor arranjo instrumental e vocal pela música “All Night Long”, versão do sucesso da década de 1980 composta pelo cantor Lionel Richie. A música de Collier está no álbum Djesse Vol. 1. Esse foi o 23° Grammy da carreira de Chick Corea, que tem 78 anos de idade.

Esperanza levou outro Grammy para casa com o álbum 12 Little Spells

Por fim, Esperanza Spalding conquista o quarto Grammy de sua carreira com o disco 12 Little Spells. Neste ano, Esperanza superou as cantoras Tierney Sutton, Sara Gazarek, Jazzmeia Horn e Catherine Russell. O primeiro prêmio de Esperanza aconteceu em 2010, quando levou na categoria revelação.

OS VENCEDORES:

Improvisação Solo

SOZINHO
Randy Brecker
Álbum: Rocks

Álbum Vocal

12 LITTLE SPELLS
Esperanza Spalding

Álbum Instrumental

FINDING GABRIEL
Brad Mehldau

Álbum de Big Band

THE OMNI-AMERICAN BOOK CLUB
Brian Lynch Big Band

Álbum de Jazz Latino

ANTIDOTE
Chick Corea & The Spanish Heart Band

 

 

*Emerson Lopes    é jornalista, autor do livro     Jazz ao seu alcance, da editora Multifoco, e apresentador do podcast     Jazzy.     Saiba mais sobre o livro     aqui. Ouça o podcast    aqui

COMPARTILHE