fbpx

NEA Jazz Masters ganha quatro novos membros em 2022

06/08/2021 | 17:55

Por Emerson Lopes*

A National Endowment for the Arts (NEA) divulgou os nomes dos escolhidos para a 40ª edição do NEA Jazz Masters. São eles: Stanley Clarke (baixo), Billy Hart (bateria), Donald Harrison, Jr (saxofone). e Cassandra Wilson (cantora). A cerimônia acontecerá em 31 de março de 2022, no SFJAZZ, em São Francisco (EUA).

Desde 1982, cerca de 100 personalidades, entre músicos, compositores, arranjadores, jornalistas, radialistas e escritores, receberam a honraria batizada de NEA Jazz Masters. Nomes como Count Basie, Sonny Rollins, Dizzy Gillespie, Miles Davis, Sarah Vaughan, Chick Corea, Ella Fitzgerald, Pat Metheny e Dan Morgenstern já foram premiados pela NEA.

Escolhidos têm longas carreiras e perfis inovadores

O mais veterano ao entrar para esse seleto grupo em 2022 é o baterista Billy Hart, de 80 anos. O músico tem no currículo centenas de gravações em discos de outros jazzistas, além de ser membro do super grupo the Cookers. Outro gigante é o baixista Stanley Clarke, de 70 anos. Em cinco décadas de carreira, Clarke se tornou uma referência no instrumento e tem discos fundamentais com Return to Forever, um dos mais importantes grupos de fusion jazz da história.

Os “novatos” da turma são a cantora Cassandra Wilson, de 65 anos, e o saxofonista Donald Harrison, Jr, de 61 anos. Nas últimas três décadas, Cassandra trouxe sua personalidade musical ao jazz e conquistou centenas de admiradores. A mistura de ritmos e sua interpretação única são características que fazem a cantora ser diferentes de todas as outras. Já Harrison, nascido no berço do jazz (Nova Orleans), desenvolve um trabalho educacional para divulgar e ensinar as raízes da jazz, além de tocar sua carreira, que começou lá no fim da década de 1980 ao lado do trompetista Terence Blanchard.

Em 2021, os vencedores foram a baterista Terri Lyne Carrington, o percussionista Albert “Tootie” Heath, o flautista e saxofonista Henry Threagill e o historiador e radialista Phil Schaap. Na página oficial da entidade, você encontra mais detalhes sobre os indicados deste ano e entrevistas com cada um deles.

*Emerson Lopes    é jornalista, autor do livro     Jazz ao seu alcance, da editora Multifoco, e apresentador do podcast     Jazzy.     Saiba mais sobre o livro     aqui. Ouça o podcast    aqui

 

NULL

Por Emerson Lopes*

A National Endowment for the Arts (NEA) divulgou os nomes dos escolhidos para a 40ª edição do NEA Jazz Masters. São eles: Stanley Clarke (baixo), Billy Hart (bateria), Donald Harrison, Jr (saxofone). e Cassandra Wilson (cantora). A cerimônia acontecerá em 31 de março de 2022, no SFJAZZ, em São Francisco (EUA).

Desde 1982, cerca de 100 personalidades, entre músicos, compositores, arranjadores, jornalistas, radialistas e escritores, receberam a honraria batizada de NEA Jazz Masters. Nomes como Count Basie, Sonny Rollins, Dizzy Gillespie, Miles Davis, Sarah Vaughan, Chick Corea, Ella Fitzgerald, Pat Metheny e Dan Morgenstern já foram premiados pela NEA.

Escolhidos têm longas carreiras e perfis inovadores

O mais veterano ao entrar para esse seleto grupo em 2022 é o baterista Billy Hart, de 80 anos. O músico tem no currículo centenas de gravações em discos de outros jazzistas, além de ser membro do super grupo the Cookers. Outro gigante é o baixista Stanley Clarke, de 70 anos. Em cinco décadas de carreira, Clarke se tornou uma referência no instrumento e tem discos fundamentais com Return to Forever, um dos mais importantes grupos de fusion jazz da história.

Os “novatos” da turma são a cantora Cassandra Wilson, de 65 anos, e o saxofonista Donald Harrison, Jr, de 61 anos. Nas últimas três décadas, Cassandra trouxe sua personalidade musical ao jazz e conquistou centenas de admiradores. A mistura de ritmos e sua interpretação única são características que fazem a cantora ser diferentes de todas as outras. Já Harrison, nascido no berço do jazz (Nova Orleans), desenvolve um trabalho educacional para divulgar e ensinar as raízes da jazz, além de tocar sua carreira, que começou lá no fim da década de 1980 ao lado do trompetista Terence Blanchard.

Em 2021, os vencedores foram a baterista Terri Lyne Carrington, o percussionista Albert “Tootie” Heath, o flautista e saxofonista Henry Threagill e o historiador e radialista Phil Schaap. Na página oficial da entidade, você encontra mais detalhes sobre os indicados deste ano e entrevistas com cada um deles.

*Emerson Lopes    é jornalista, autor do livro     Jazz ao seu alcance, da editora Multifoco, e apresentador do podcast     Jazzy.     Saiba mais sobre o livro     aqui. Ouça o podcast    aqui

 

COMPARTILHE